Whey Protein faz bem?

Comumente encontrado e reconhecido pela denominação “whey protein”, sendo afamado e afirmado por muitos como proteína do leite, este famoso suplemento alimentar foi descoberto no ano de 1993 – apresentado para consumo em forma instantânea (com adoção de sabores e aromas), conquistando definitivamente o universo esportivo (válido principalmente para o universo fitness), onde o consumo se propagou com grande exito e se solidificou até os dias de hoje.

A proteína do leite é sucesso absoluto em nutrição esportiva!!!

Caracterizado por sua eficácia na contribuição para o crescimento muscular, o consagrado whey protein se destaca por seu elevado índice de consumo, sendo classificado como o suplemento número 1 em vendas do mercado atual (ficando a frente de suplementos como os Multivitamínicos e a Creatina). O whey protein concentrado (proteína concentrada do soro do leite), possui elevado teor proteico, sendo adquirido por uma minuciosa técnica de microfiltração (procedimento tecnológico que concede um alcance superior a 80% de proteínas com valor biológico elevado.

A utilização de suplementos alimentares feita de maneira isolada, ou seja, com ausência de proteínas, transparece como ineficaz no quesito principal que são os resultados, tendo em vista que a utilização de suplementos vários e a “não utilização” de whey protein se faz carente e pouco funcional. Para aqueles que possuem o objetivo de ganhar massa muscular, a proteína é o nutriente principal, por sua vez, o Whey Protein demonstra-se de maneira notável por sua velocidade de absorção – sendo indispensável para uma suplementação completa e eficaz.

O lendário whey protein (proteína concentrada do soro de leite), também definido por sua fartura de aminoácidos (incluindo BCAA e Glutamina), possui constituição composta por oito aminoácidos fundamentais (não produzidos pelo organismo humano). Conhecido como anabólico, o whey protein é a proteína que mais eleva a síntese proteica do organismo, favorecendo diretamente o sistema imunológico.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *