Como Tomar Glutamina

Consumida por atletas e praticantes de atividades físicas, a glutamina é um popular aminoácido que proporciona uma grande diversidade de benefícios para o organismo humano. A glutamina realiza muito mais do que um singelo apoio ao sistema imunológico, desempenhando uma importante ação para os esportistas, principalmente para os praticantes de atividades físicas intensas. Confira abaixo como este suplemento pode auxiliar na performance dos seus exercícios intensos.

A glutamina atua na recuperação muscular após os exercícios de musculação ou prática de outras atividades espotivas, reduzindo os efeitos do catabolismo e regulando o processo anabólico do organismo. No decorrer de uma série de atividades físicas o corpo humano é sobrecarregado e passa por exaustão, isto é, o sistema imunológico se apresenta como fragilizado – exposto a desgastes e com deficit de energia.

Como tomar Glutamina

Alimentos ricos em glutamina:

A glutamina pode ser encontrada em alimentos de origem animal e vegetal, os principais são: beterraba, ervilha, carne, couve, peixe, ovo, iogurte, leite, queijo, feijão, repolho e espinafre.

Suplementos alimentares:

A ingestão de glutamina através de suplementos alimentares fornece uma concentração isolada do aminoácido, sendo assim, é considerada como a fonte mais eficaz de elevar os níveis de glutamina no organismo humano.

Para praticantes de atividades físicas intensas a ingestão de glutamina via alimentos não é suficiente, e por isso recomenda-se o consumo de glutamina via sulementos alimentares.

Benefícios da ingestão de glutamina

Melhora a imunidade do organismo;
Eleva a síntese proteica;
Auxilia na proteção do tecido muscular;
Maior velocidade de recuperação após os exercícios.
Para praticantes de esportes e treinos intensos, a glutamina deve ser ingerida antes e depois do treino e também antes de dormir. A quantidade mínima de glutamina que deve ser tomada é de 10 a 15 gramas por dia, sendo que essa quantidade deve ser dividida em 3 vezes, por exemplo: 5 gramas no pré treino, 5 gramas no pós treino e 5 gramas antes de dormir.

Compartilhe:

Como Tomar BCAA

O BCAA (Branch Chain Amino Acids) se caracteriza como uma composição constituída por 3 aminoácidos fundamentais, sendo eles: isoleucina, leucina e valina. Dos vinte aminoácidos distintos que existem, 9 deles são de extrema importância para o organismo humano, por sua vez, só podem ser alcançados por intermédio de alimentos tradicionais ou suplementos alimentares. Nos dias atuais o BCAA é um suplemento que se propaga de maneira ampla (sendo extremamente difundido no quesito “nutrição esportiva” – principalmente nas academias de musculação), onde é muito utilizado devido as vantagens que proporciona, sendo elas: velocidade regenerativa da musculatura, incremento de energia e acréscimo de imunidade.

Níveis elevados de BCAA no sangue auxiliam na conservação das provisões de Glutamina (considerada como um dos principais nutrientes responsáveis pela evolução da musculatura), além do mais, em ocorrências de estresse metabólico ou potencias efeitos hipertróficos (ocasiões onde os exercícios são realizados de maneira intensa com a utilização de cargas pesadas e repetições excessivas), o BCAA assume a função de combustível para a estrutura muscular, proporcionando força, resistência e prevenção do catabolismo.

Após ser efetuada a ingestão do BCAA os níveis de Serotonina caem (proporcionando a capacidade de intensificar os treinos – juntamente com períodos de tempo mais longos), tendo em vista que a Serotonina faz referencia direta com a fadiga do corpo humano.

Alguns experts sobre saúde e nutrição esportiva evidenciam que as proteínas (com enfase nas de origem animal), são fontes ricas em aminoácidos indispensáveis para o organismo. Por outro lado, concomitantemente não deixam de afirmar que uma dieta saudável e balanceada (composta por uma alimentação de qualidade), é capaz de abastecer o organismo com todos os aminoácidos fundamentais, neste caso, descartando a necessidade da ingestão de BCAA.

Como tomar BCAA

A quantidade recomendada de BCAA para atletas (adeptos a treinos intensos), é de aproximadamente 0,20g por Kg corporal, diariamente.

A fórmula para calculos é:
PESO DO CORPO x 0,20

Um exemplo seria:
Uma pessoa de 70 Kg deveria ingerir 70×0,20 = 14g de BCAA por dia
(podendo dividir em 7g antes e 7g depois do treino).

Pré treino:

A ingestão de BCAA no pré treino reduz a fadiga e aumenta a performance.

Pós treino:

A ingestão de BCAA no pós treino juda na recuperação muscular, aumentando a síntese proteica e combate o catabolismo.

Conclusão:

Para quem não possui restrições em tomar o BCAA, o ideal é consumir o suplemento antes e depois de treinar.

Compartilhe: